História do Peixe e do Anzol

“Assim por que os produtos Bahco são identificados com um peixe e um anzol?”


Esta pergunta foi feita muitas vezes, e temos o prazer de contar essa história.
Após Göran Fredrik Göransson ter fundado sua siderúrgica em 1862, a indústria do aço europeia no período de 1870 teve uma longa depressão, com baixos preços para o aço em geral e produtos de aço bruto. Os preços para o aço transformado eram muito melhores, o que criou um interesse em processar o aço adicional. Em 1876, a laminação de aço existente foi alterada para produzir o tão conhecido aço temperado.

As vendas desenvolveram-se rapidamente e foi identificada uma grande quantidade de aplicações, por exemplo, era excelente para produzir anzóis de pesca. Um anzol de pesca deve ser duro e resistente, mas não deve de forma alguma ser quebradiço. Naquele momento, produzir uma combinação “duro, mas resistente” era uma tarefa metalúrgica inconsistente e espinhosa, mas o “aço Bessemer” da siderúrgica Göransson produziu uma ótima qualidade.

Quando a produção de lâminas de serra foi iniciada em 1886, havia a necessidade de uma marca que pudesse comunicar as propriedades especiais e qualidade das lâminas, e a escolha foi - quase que naturalmente - o peixe e o anzol. Todos entenderiam que o aço com qualidade para anzóis de pesca era perfeito para serras, bem como para outras ferramentas de corte. Foi uma grande vantagem, um logo de marca que não incluía letras, linguagem ou desenhos sofisticados, tornando-o um símbolo de fácil reconhecimento. Recentemente nos anos 50 do século 20, alguém poderia ainda ouvir os trabalhadores da floresta boreal, perguntando sobre uma serra “com um pequeno peixe”; como ainda é o caso atual em países taxas de alfabetização em desenvolvimento.

A marca está entre as marcas registradas mais antigas e o ícone “Peixe e Anzol” está ainda inserido em todas as ferramentas Bahco como uma garantia da mais alta qualidade, desempenho e produtividade - desenvolvido para profissionais.